BREVES HISTÓRIAS DOS SANTOS CATÓLICOS

SANTO ANTONIO

Santo Antonio de Pádua conhecido por Santo Antonio de Lisboa nasceu em Lisboa no ano 1195 de família rica e nobre mas não se sabe ao certo, seu nome de batismo era Fernando de Bulhóes y Taveira de Azevedo, iniciou na vida religiosa ainda adolescente, sabe-se que ele foi um dos mais notáveis intelectuais da idade Média, era culto, erudito e tinha excelente oratória pois deixou muitos sermões referenciando a Aristóteles, Plínio, Galeno, etc. Lecionou durante algum tempo em Universidades italianas e francesas e foi o primeiro Doutor da igreja Católica.

Santo Antonio se tornou um franciscano em 1220 onde fez parte do Capitulo Geral da ordem de Assis e conviveu com São Francisco de Assis durante esta época, logo foi enviado para trabalhar entre os muçulmanos no Marrocos e evangelizar infiéis, porém sua saúde começou a ficar debilitada e teve que retornar a Europa precisamente na Itália onde ocupou o cargo de professor, como o combate a heresia naquela época eram feitos através da pregação, ele como sábio que era sabia de cor todas as Escrituras e tinha o dom de explicar os textos difíceis simplificando-os para o cotidiano, ele influenciava multidões e também as pessoas simples.

Santo Antonio morreu aos 36 anos de idade em 13 de Junho de 1231 nos arredores de Pádua foi canonizado por Gregório IX em 30 de Maio de 1232 um ano depois de sua morte.

Ele é conhecido como Santo casamenteiro através dos séculos, pois sabe-se que ele ajudava as moças mais humildes que iam até ele para pedir ajuda para conseguir o enxoval e o dote do casamento que na época era costume.


SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Seu nome de batismo era Giovanni di Pietro di Bernardone dei Mariconi nasceu em Assis em 5 de Julho de 1182, vinha de família comerciante de tecidos e a família fazia parte da burguesia da cidade, porém Francisco foi uma pessoa devassa e mundana na juventude, viveu em extravagâncias e indisciplina, esbanjando dinheiro da família.

Ele se alistou para lutar na guerra que Assis travava contra Peruggia,foi capturado e mantido por um ano na prisão,ao ser libertado ficou com sua saúde abalada por toda sua vida.

Conta a história que ele entrou para orar na igreja de São Damião e uma voz lhe dizia o estado de ruínas que a igreja se encontrava, ele foi até a loja do pai recolheu os tecidos mais caros da loja vendeu-os por baixos preços e doou o dinheiro para o padre, o pai pediu que o buscassem, mas Francisco se escondeu em um celeiro, ele porém decidiu se acusar de preguiçoso e desocupado fazendo com que a população o chamassem de louco.

Diante disso tudo Francisco foi buscar ajuda com o bispo da cidade, porém seu pai o acusou de esbanjador da fortuna dele, e ele diante de todos se despiu das suas roupas e colocou-as nos pés de seu pai, renunciando a sua herança e sem roupa começou uma vida de pobreza junto ao seu povo.

Começou como pedreiro ajudando a reconstruir as igrejas nos arredores de Assis, posteriormente indo a Roma para conversar com o Papa para que ele autorizasse a Fundação de sua Ordem, chegando a ser ridicularizados pela côrte de Inocêncio III, depois de muita conversa e de muito discursar conseguiu autorização para fundar a Ordem.

O resto de sua vida foi muito sofrida com dores de cabeça e estigmas que ele tinha pelo corpo que o fizeram sofrer, ficou quase cego, e no final da vida Santa Clara que era sua amiga o visitava sempre.

Morreu em 3 de Outubro de 1226 aos 44 anos e canonizado 2 anos depois em 1228,é o Santo padroeiro e protetor dos animais.


SANTO EXPEDITO

Santo Expedito era da Armênia situada no Sul do Cáucaso entre o mar Cáspio e Mar Negro, mas não se sabe ao certo sua cidade de origem, era comandante chefe da XII legião Romana na cidade Melitene conhecida como "Fulminata" no final do século III.

Como naquela época o Império Romano se disseminava pela Europa, e Ásia muitos se tornaram guerrreiros para defender-se dos bárbaros orientais.

Como uma pessoa devassa, ele estava adiando converter-se ao Cristianismo, um dia foi tocado por Deus, e tudo começou a mudar em sua vida, foi então que apareceu um espírito do mal em forma de corvo e lhe disse Cras, Cras,Cras palavra latina que significava Amanhã, Amanhã, Amanhã, Deixe para amanhã! Mas ele como certo de sua decisão pisoteou o corvo dizendo: Hodie! que significa Hoje nada de protelar para amanhã.

Em 284 d.C Diocleciano subiu ao trono de Roma, com influência de seu genro Galero pagão convicto, empreendeu um verdadeiro bombardeio para disseminar os Cristãos, muitos foram assassinados: padres, fiéis, servidores do palácio, inclusive Santo Expedito foi vítima da ira do imperador Diocleciano sendo martirizado e decapitado com espada no dia 19 de Abril de 303 d.C por recusar-se a adorar Deuses pagãos.

Somente em 324 com o Império do cristão Constantino é que se findaram as perseguições aos cristãos.

Santo Expedito é hoje reconhecido como Santo das causas impossíveis, invocado nos negócios que precisam de soluções imediatas.


SÃO JUDAS TADEU

São Judas Tadeu foi um dos 12 apóstolos de Jesus escolhido por ele, dizem mas não sabem ao certo que ele nasceu em Paneas na Galiléia de uma família judaica, falava grego e aramaico e era um fazendeiro de profissão,seria primo de Jesus pois sua mãe era irmã de Maria mãe de Jesus, dizem que seu pai fora assassinado por seguir sua devoção a Cristo, seu nome deriva de Judá, que significa Fortíssimo e Celebérrimo.

Reconhecido também na Igreja Ortodoxa, tradicionalmente junto com São Bartolomeu são os Santos padroeiros da Igreja Apostólica de Armênia.

Não podemos nos esquecer que São Judas foi confundido durante séculos com Judas Iscariotes que negou Jesus, isto fez com que fosse esquecido.

Por conviver com Jesus presenciou vários milagres, testemunhou a Ùltima Ceia, sua morte, ressureição e ascenção.

Foi um pregador e envangelizador incansável pregando o evangelho pela Mesopotãmia, Pérsia, Arábia e Iduméia, porém os pagãos inconformados começaram s lutar contra os apóstolos, prendendo São Judas e São Simão, que foram martirizados de forma cruel.

São Judas Tadeu é representado em suas imagens com um livro, que é a palavra de Deus, e uma machadinha que foi o instrumento de seu martírio, porisso é invocado como o Santo dos aflitos, das causas sem solução ou perdidas.

Provavelmente sua morte ocorreu em 28 de Outubro de 70 d.C e sua festa liturgica todo ano é comemorada nesta data.


SÃO JOSÉ

São José segundo o Novo Testamento é pai adotivo de Jesus e esposo da Virgem Maria, era descendente da casa real de David, com profissão de carpinteiro porém na época o termo grego recebia diversas conotações ligadas a contrução civil.

Conta a história que quando José um parente de Maria tinha 80 anos e já viúvo com 6 filhos, Maria aos 14 anos fora prometida a ele para que ela não ficasse sozinha, pois seus pais haviam falecidos. Porém antes mesmo de se casarem Maria concebeu por intermédio do Espírito Santo para ser mãe do Filho de Deus.

Durante toda a vida de Jesus ele esteve presente, ensinando-o desde cedo ser uma pessoa íntegra , obediente a fé, ensinou ao filho o bom caminho da verdade, justiça e da santidade.

São José é um dos Santos mais importantes da igreja por ter sido uma pessoa que vivia do seu trabalho, homem íntegro é justo com todos que o conheciam, um exemplo de vida e pai, porisso Deus o escolheu.

O Papa Pio XII declarou José como "exemplo aos trabalhadores" consagrando o dia 1º de Maio seu dia de comemoração.


SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

A revelaçao do Sagrado Coração de Jesus aconteceu por volta de 1673 onde Jesus fez uma revelação para Santa Margarida Maria Alacoque que nasceu na França em 1647, teve uma vida de provações, dificuldades na infância e adolescência e uma doença estranha que só depois da devoção do seu amor ao Sagrado Coração de Jesus com intercessão da Virgem Maria é que ela foi curada.

Pertencia a congregação "Ordem da Visitação de Santa Maria em Pary-le-Monial", conseguiu se formar em Cultura e Religião,e foi a propagadora de devoção do Sagrado Coração de Jesus tendo visões e revelações onde Jesus lhe disse para que ela disseminasse sua devoção pelo seu Sagrado Coração o que ela o fez com muita dedicação entre as noviças, principalmente em seu último período de vida em que foi nomeada mestra das noviças.

Em 1856 o Papa Pio IX prescreveu a festa como já era da tradição franciscana por toda a igreja, mas em 1889 Leão XIII consagrou ao mundo o Sagrado Coração de Jesus.Santa Margarida Alacoque morreu aos 43 anos de idade em 17 de Outrubro de 1690 e foi canonizada pelo Papa Bento XV em 1920.

PRÓXIMA PÁGINA

Número 2